Textos


Retrato

Eu não tinha este rosto de hoje,
Assim calmo, assim triste, assim magro,
Nem estes olhos tão vazios,
Nem o lábio amargo.
Cecília Meireles

***
Dialogando com Cecilia Meireles

Eu não tinha este rosto magro e triste,
nem estes vincos tantos, que hoje tenho,
que formam, do passado, esse desenho
que, em meu semblante amargo, agora existe.

Esse tremor, que é tão presente, insiste
e escapa em minha voz, de tom rouquenho,
cansaço, que me mói em seu engenho,
a me afirmar que o corpo não resiste.

Também não tinha as mãos paradas, mortas,
um coração que, aos outros, fecha as portas,
embora a vida, em versos, sempre abrace.

Mudanças previsíveis, no conjunto,
jamais as percebi... E me pergunto
em que espelho perdi a minha face...

Edir Pina de Barros
Edir Pina de Barros (Flor do Cerrado)
Enviado por Edir Pina de Barros (Flor do Cerrado) em 18/10/2020
Alterado em 12/11/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários