Textos


Luz do amor
Edir Pina de Barros

Nas águas de teus rios eu velejo
levada lentamente pela brisa
de teu olhar, que sobre mim desliza
pudico, porém cheio de desejo.

 
E quando assim te sinto e assim te vejo
cada momento ímpar se eterniza
rompendo, entre nós dois, qualquer divisa,
despindo-me dos rubros véus do pejo.

Velejo nos teus rios cristalinos
guiada por instintos femininos
buscando, dentro em ti, a paz do amor.

A vida vale por esse momento
no qual me entrego a ti e me reinvento
à luz de teu carinho, teu candor.

Lira insana, 2016: pg. 80
Edir Pina de Barros (Flor do Cerrado)
Enviado por Edir Pina de Barros (Flor do Cerrado) em 24/02/2016
Alterado em 20/10/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários