Textos


Melhor assim
Edir Pina de Barros

Perfeito! Nunca mais verás meu rosto,
ainda que eu te busque além do sonho,
que estejas nestes versos que eu componho,
que o meu penar esteja neles posto.

Prometo – embora sinta dor, desgosto –
que o meu olhar nos olhos teus não ponho,
(mais que destino o meu, demais bisonho,
que o teu silêncio tem a mim me imposto).

A minha dor diante do universo
é tão mesquinha - cabe em um só verso – 
e sei que não tem, não, qualquer relevo.

O que fazer? Amor jamais se implora,
melhor seguir cantando mundo afora
esses meus versos que por ti escrevo.
Edir Pina de Barros (Flor do Cerrado)
Enviado por Edir Pina de Barros (Flor do Cerrado) em 15/05/2017

Música: Ivouchki - Richard Clayderman

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários