Textos


Tanka 1

O verso que geme
nos ermos d’alma que cria
em linguagem estreme
 
quer nascer à revelia
dos cânones da poesia.


Edir Pina de Barros
Edir Pina de Barros (Flor do Cerrado)
Enviado por Edir Pina de Barros (Flor do Cerrado) em 10/04/2017
Alterado em 11/04/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários